Confissão

novembro 22, 2006 às 12:40 pm | Publicado em Bukowski | 1 Comentário

esperando pela morte como um gato que vai pular na cama
sinto muita pena de minha mulher

ela vai ver este corpo rijo e branco
vai sacudi-lo e talvez sacudi-lo de novo:
e Henry não vai responder.
não é minha morte que me preocupa,é minha mulher
deixada sozinha com este monte de coisa nenhuma.

no entanto eu quero que ela saiba que dormir todas as noites a seu lado

e mesmo as discussões mais banais eram coisas realmente esplêndidas

e as palavras difíceis que sempre tive medo de dizer podem agora ser ditas:
EU TE AMO.

Bucowski

1 Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. BuCowski!?


Deixe uma resposta para maracuja Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: